Select Page

R.A.C.K.

R.A.C.K.

Em Setembro de 2013, escrevi o texto  a seguir:


Risk Aware Consensual Kink

Os princípios do RACK são melhor descritos pela desconstrução de seu acrônimo:

Risk-aware (consciente dos riscos): Ambos os parceiros estão totalmente informados e conscientes dos riscos envolvidos na atividade proposta.

Consensual: À luz destes riscos, ambos os parceiros devem ter oferecido de forma clara e contundente consentimento para participar da dita atividade

Kink (comportamento sexual alternativo): Tal atividade pode ser classificada como prática sexual alternativa

Enquanto “São, Seguro e Consensual” (SSC) tenta descrever e diferenciar BDSM de abuso de forma a que o público não-BDSM (“baunilha”) compreenda, RACK se diferencia por reconhecer que nada é 100% seguro. Reconhecer que o que é considerado são ou seguro para uma pessoa pode não ser considerado da mesma forma por outra, a filosofia RACK tende a ser mais inclusiva para atividades que podem ser consideradas como limítrofes. Não existe “seguro” ou “não seguro” com RACK, e sim, “seguro” ou “menos seguro”.

Apenas a título informativo, o “São” está subentendido na RACK, em minha opinião, ou a filosofia se desmonta antes de poder existir…


Recentemente, tomei conhecimento de um texto de Richard Saviolli que explica de forma bem mais completa, não apenas esse , mas vários outros acrônimos que estão relacionados à nossa sopa de letrinhas.  Segue o link, pra quem estiver interessado:
“Mestres e Servos: Diferenças Dentre as Bases”


O texto original foi publicado  em 24 de setembro de 2013

About The Author

Leave a reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Pin It on Pinterest

Share This