Select Page

Procura no Google

Procura no Google

Logo do GoogleHoje em dia temos uma versão empobrecida, mas bastante eficiente, dos registros akashicos[1]: O Google.

Aquelas velhas histórias de perguntar a quem conhece, buscar um livro raro de receitas, localizar a edição original do livro que mais gosta, deixaram de ser aventuras difíceis: estão na ponta dos dedos, basta digitar no campo de pesquisa…e as referências serão trazidas a você.

 

É fantástico. Primeiro veio a Internet, conectando o mundo. Aí esses caras do Google trouxeram um algoritmo de pesquisa que deixou peta bytes de informação a seu dispor, mas…

Num mundo onde as coisas são voláteis, efêmeras e muito velozes, não são todos que param para analisar a informação recebida. Assim como numa época a TV meio que ditava o que era certo e errado, hoje em dia “tá na internet é verdadeiro” e multiplicado de forma assustadoramente viral por dezenas de mídias sociais. Uma imagem negativa tem um poder de destruição absurdo. Se for falsa então…o estrago é grande.

Resumindo: todo mundo quer tudo rápido e pronto. A escrita virou dialeto com mais abreviações que palavras, a imagem vale mais que o livro ou o quadrinho, as pessoas se intoxicam com a informação pronta em belos pacotes. E os tomam por realidade. E não questionam. Só seguem, como se tivessem um gen gado ativado.

Quando contextualizo isso no que chamam de “meio BDSM” vejo mais do mesmo. As pessoas querem tudo pronto. Não é à toa que os que se apresentam como detentores de regras e saber ganham séquitos rapidamente. Não é à toa que tantos vêem com maus olhos pelos mesmos motivos.

E falamos, e explicamos, mas…entender dá trabalho Quase todos querem a prática rápida sem conhecimento. Quase todos escolhem uma posição pelo que acham que deve ser legal. Quase todos se metem em enrascadas, e se machucam emocionalmente e fisicamente. Mas sabe o que é pior?

Isso não é exclusividade do BDSM. Repito isso como um papagaio: as pessoas são as mesmas. Os Tops e bottoms do mundo não são entidades separadas, vivendo num mundo underground. Somos nós! Somos nós, com nossas qualidades e defeitos, caráter ou a ausência dele, com nossos sonhos, desejos, vontades…

O canalha do mundo “bau” será canalha no BDSM. A iludida em busca do príncipe ideal será a iludida de alma. As posições que escolhemos não nos tornam diferentes. E se são escolhidas pelo imediatismo e pela rapidez, pela moda, só tornam tudo desencontrado e confuso.

Não se transforme no que não é. Não aceite sem pensar. Não assuma sua verdade como absoluta. Há espaço, há informação, há pessoas que respeitam. Não é um mundo fechado. Há história. Há conceitos. Há regras. Mas não são criadas pra engessar, e sim pra possibilitar. São pra diferenciar os “cerumanos” dos que se importam.

Nenhuma fonte inesgotável de informação transforma um idiota em sábio. Mas a informação pode trazer as peças que constroem a sabedoria. Questione, pergunte, critique. Mas respeite, conviva. Dentro de seus limites

Não há, infelizmente palavra de segurança contra a estupidez humana, ou não viveríamos esses dias tão escuros

Deck de Tarot BDSM

Escolha sua posição no BDSM pelo Tarot…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[1] Registros Akáshicos segundo o hinduísmo e diversas correntes místicas, são um conjunto de conhecimentos armazenados misticamente no éter, que abrange tudo o que ocorre, ocorreu e ocorrerá no Universo.(fonte wikipedia)

About The Author

Leave a reply

Your email address will not be published.

Pin It on Pinterest

Share This